Carta Aberta dos Egressos e Egressas Sobre a Situação do Curso de Cinema da UNESPAR

Ao Governo do Estado do Paraná
Vossa Excelência, Senhora Governadora Cida Borghetti
À Reitoria da UNESPAR
Ao Magnífico Reitor Antonio Carlos Aleixo
À Direção da Faculdade de Artes do Paraná
V.S.ª Professora Pierângela Nota Simões

Nós, egressos e egressas do Curso de Bacharelado em Cinema e Audiovisual, viemos por meio desta carta prestar solidariedade ao corpo estudantil e ao CAZÉ – Centro Acadêmico Zé do Caixão, pela coragem em denunciar o estado de descaso em que se encontra o Curso de Bacharelado em Cinema e Audiovisual da UNESPAR – Campus Curitiba II.

Lamentamos muito a situação de deterioração da sede e dos estúdios, decorrentes de problemas estruturais que o ensino superior paranaense passa, além dos problemas conjunturais que acompanham o curso desde o seu início.

Destacamos a importância do curso enquanto centro formador de profissionais e pesquisadores de cinema para o mercado brasileiro, em especial ao mercado paranaense. Os trabalhos e pesquisas realizados por egressos e egressas colocaram o Paraná no mapa das produções nacionais e movimentaram o mercado audiovisual no nosso Estado, com produções de maior qualidade, e que exigem elevado grau de conhecimento técnico e experiência na área.

Ressaltamos, que desde a sua origem o curso foi alvo de polêmicas, antagonismos internos e corporativismos por parte do Colegiado do Curso de Bacharelado em Cinema e Audiovisual e da Direção da FAP que, não só prejudicaram o funcionamento do mesmo, como a vida acadêmica de quem nele estudava. Com a integração do orçamento da CINETVPR (Decreto Estadual nº. 4.968/2005) à FAP – Faculdade de Artes do Paraná e depois à UNESPAR – Universidade Estadual do Paraná, o controle administrativo e financeiro da sua sede e de sua infraestrutura ficou extremamente fragilizado, sendo que as pró-reitorias competentes nunca demonstraram qualquer atenção às necessidades específicas do curso de cinema – sequer realizaram visitas ao local.

As imagens da infraestrutura do galpão e do estúdio alagados, conforme verifica-se no vídeo “UNESPAR CINEMA E AUDIOVISUAL: DESCASO E DESMONTE” – acesso em https://www.youtube.com/watch?v=16KrP23gQR0, demonstram que o descaso vem de anos e anos, até culminar nesta derradeira crise. A deterioração da sede do curso de cinema é um risco para quem trabalha e estuda nesta localidade – além de um grande descaso com o erário público e a sociedade paranaense.

Nos causa muito estranhamento as falas contidas no vídeo, feitas por professores e administradores da UNESPAR, que utilizam de termos inapropriados para exotizar a sede do curso, frases soltas nomeando como ‘magnífica’ a estrutura de cinema, que não existem as funções para o quadro técnico necessário para realizar um concurso no Estado, e outras improbidades que apequenam o problema real com predicados superficiais a respeito da manutenção do próprio localizado em Pinhais, no Parque Newton Freire Maia.

Enfim, falam apenas do prédio e não da precariedade acadêmica e administrativa do Campus Curitiba II, que não aflige apenas o curso de cinema, mas também as demais graduações da Faculdade de Artes do Paraná. Omitem que o bacharelado de cinema e audiovisual é o curso mais disputado no vestibular da UNESPAR, e o que mais consegue dar projeção a esta universidade. Omitem também que as direções da FAP sempre se comportaram de forma omissa ou hostil a esse curso e a sua comunidade acadêmica. O que não é de se estranhar, visto que o curso, para ter qualidade, exige trabalho e dedicação, algo diametralmente oposto ao descaso que testemunhamos.

Cobramos das autoridades responsáveis – Reitoria da UNESPAR, Direção da FAP e Colegiado de Cinema – um posicionamento sobre os problemas de infraestrutura da sede do curso de cinema, além dos demais problemas de ordem acadêmica e administrativa que sempre afligiram os estudantes do curso.

Acreditamos que a Governadora Cida Borghetti tratará do problema com a devida atenção, e deixamos clara a nossa intenção de diálogo e colaboração para pôr fim à crise em que o Curso de Cinema e Audiovisual da UNESPAR se encontra.

O Audiovisual Paranaense precisa que o nosso curso esteja em bom funcionamento!

Curitiba, 10 de maio de 2018.

Obs 01.: os egressos interessados em assinar a carta devem deixar o nome completo e ano de colação de grau nos comentários.
Obs 02.: apoiadores interessados em assinar a carta devem deixar o nome completo e o tipo de relação que tem ou tiveram com o curso nos comentários.

 

Egressos e Egressas

  1. Agnes Cristine Souza Vilseki, formada em 2014
  2. Amanda Moleta, formada em 2014
  3. Antonio Roberto Gonçalves Junior, formado em 2012
  4. Bianca de Moura Pasetto, formada em 2014
  5. Caio de Campos Baú, formado em 2017
  6. Celeste Sanson Moura, formada em 2013
  7. Diego Otniel Florentino, formado em 2012
  8. Frederico Moschen Neto, formado em 2012
  9. Gustavo Barbosa Aires Pinheiro, formado em 2018
  10. Heloisa Aparecida Zaninelli Reitenbach, formada em 2016
  11. Jaqueline M. Souza, formada em 2010
  12. Juliana Maria Fiori, formada em 2014
  13. Leandro Telles da Silva, formado em 2016
  14. Lucas Murari, formado em 2013
  15. Marcos Flávio Hinke, formado em 2010
  16. Marcos João Serafim Neto, formado 2016
  17. Marisa Merlo de Paula, formada em 2013
  18. Patricia Emiko da Cruz Leite, formada em 2012
  19. Renata de Oliveira Corrêa, formada em 2012
  20. Samuel Storti Guerra Jacintho, formado em 2012
  21. Sonia Procópio Cardoso, formada em 2012
  22. Vinicius Gomes de Carvalho, formado em 2018
  23. Taís Pagan de Araújo, formada em 2014
  24. Wesley Conrado, formado em 2016
  25. Weverton Alexander de Aguiar, formado em 2014

Apoiadores e Apoiadoras

  1. Eduardo Alexandre Vieira, estudante do curso
  2. Felipe Drehmer, ex-estudante do curso
  3. Jessica Candal, roteirista
  4. Sérgio Santos Barroso, estudante do curso
Frederico Neto
Difusor Cultural na Sangue TV | 55(41)99132-5995

8 Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *